domingo, 16 de dezembro de 2012

CHUMBARAM 166 PROPOSTAS! É "OBRA".


Para todos os infelizes da política!
A maioria parlamentar na Assembleia Legislativa da Madeira (PSD) chumbou todas as propostas da oposição, no recente "debate" do Plano e Orçamento da Região para 2013. Foram 166 propostas chumbadas. Ora, qualquer madeirense ou portosantense percebe que uma situação destas é inqualificável. Se, existe uma maioria, embora apenas com mais dois deputados que toda oposição, parece-me óbvio que essa maioria tem legitimidade democrática para o fazer, porém, o facto de ter poder absoluto, não significa que tenha razão absoluta. Nem a maioria toda ela é iluminada e toda a oposição é menos favorecida de inteligência. O parlamento existe para a necessária e imprescindível negociação dos processos. Ninguém exige que o governo governe com as propostas da oposição, mas ninguém acredita que em 166 propostas não exista pelo menos uma com interesse para a população da Região. A questão, portanto, é outra. Tem na sua raiz o poder absoluto, a total incapacidade para acomodar-se aos princípios que devem nortear a democracia.
Depois, vêm com aquela treta que as propostas geravam alterações substantivas agravando os encargos. Falso. Muitas, pelo contrário, cortavam na despesa, eram geradoras de receita, visavam o tecido empresarial, o combate ao desemprego e os benefícios sociais. O chumbo global às 166 propostas fica, portanto, no anedotário e na descredibilização da Assembleia Legislativa da Madeira. Há um ditado, desconheço a origem, que diz: "povo pequeno, problema grande"! Eles lutam por isso, por tornar este povo cada vez mais pequeno.
O melhor, neste Domingo, é mesmo ouvir canções de Natal!



Sem comentários: