sexta-feira, 12 de julho de 2013

A EQUIPA DA MUDANÇA - O FUTURO DO FUNCHAL PASSA POR ESTA EQUIPA (V)


Nota:
Clique na foto para ampliá-la)
EDGAR SILVA (Em cima à esquerda)
(Candidato a Vereador com a área de Investimento e Desenvolvimento Social)
Edgar Silva, 52 anos, licenciado em enfermagem, enfermeiro desde 1985 no CHF, actualmente exerce funções no SESARAM. Pertenceu aos primeiros órgãos sociais da Ordem dos Enfermeiros na RAM em 1999, e à comissão instaladora da Ordem dos Enfermeiros na RAM. Teve ainda actividade profissional no sector privado, sendo sócio-fundador de empresas no sector de saúde, nomeadamente o Centro de Cuidados Permanentes de Enfermagem no Domicílio, CCPED, Lda e CLINICA24, tendo sido presidente do Conselho de Administração.
Nas suas palavras:
“Aceitei este desafio porque estou plenamente convencido que chegou a altura de se ‘olhar pelas pessoas’ e investir no potencial humano da cidade, assim como na  valorização dos cidadãos, e das gerações futuras auto-sustentáveis, capazes de por si só de construírem um futuro sólido e progressista.” 
FILIPA JARDIM FERNANDES (Em baixo à esquerda com Paulo Cafôfo)
(Candidata a Vice-presidente da CMF com as áreas de Finanças e Turismo)
Filipa Jardim Fernandes, 46 anos, formada em Economia na Universidade Católica Portuguesa – Lisboa, com pós graduações em marketing e finanças, começou a sua carreira profissional na área de auditoria na Arthur Andersen, desenvolvendo posteriormente o seu trabalho no sector hoteleiro, sendo actualmente Directora de Operações de todas as empresas do Grupo Dorisol (Dorisol, Florasol, Enasol, Levisol e Dorilimpa). Foi presidente da Mesa de Hotelaria da ACIF, entre 2003 e 2006, membro da direcção da Associação de Promoção da Madeira, entre 2004 e 2008, e vice-presidente da ACIF e presidente do Sector do Turismo, de finais de 2006 até Dezembro de 2007.
Nas suas palavras:
“Sinto que esta Lista, liderada pelo Dr. Paulo Cafôfo, é uma Lista composta por pessoas de ideias claras sobre importantes temas para a cidade, como a dinamização da economia local, a responsabilidade social e ambiental, a revitalização urbana, a dinamização cultura e de industrias criativas, tendo sempre como suporte e âncora a histórica vocação turística do Funchal. Sinto também que há entre todos os que participam neste projecto, uma genuína vontade de colocarem a sua experiência e conhecimentos ao serviço da comunidade. O mundo mudou muito nos últimos tempos e é imperativo mudar a forma como abordamos e exercemos cargos públicos.”
DOMINGOS RODRIGUES (Ao centro)
(Candidato a Vereador com as áreas Ordenamento, Sustentabilidade e Protecção Civil)
Domingos Rodrigues, 53 anos. Professor Doutor na Universidade da Madeira na área da Geologia (membro do Centro de Competências de Ciências Exactas e Engenharia da UMa). Foi um dos autores do manual ‘Guia de Auto-protecção para os Cidadãos’, distribuído pelas autarquias da Madeira, através da AMRAM. Domingos Rodrigues em representação da Universidade da Madeira, participou na elaboração do Estudo do Risco de Aluviões na Ilha da Madeira e tem sido umas das vozes mais activas e procuradas nas questões geológicas e de sustentabilidade/ordenamento do território, por parte da comunicação social, tendo também trabalhado com autarquias na Madeira.
Nas suas palavras:
A participação de cidadãos independentes rejuvenesce a democracia participativa, estabelecendo um momento de viragem e mudança da participação dos cidadãos nos destinos das autarquias. Este é o momento de escolher novos actores no poder local e foi esse o desafio de mudança que aceitei.
IDALINA PERESTRELO LUÍS (Em cima à direita)
(Candidata a Vereadora com a área de Ambiente, Águas, Saneamento e Resíduos)
Idalina Perestrelo, 34 anos, com formação académica em Contabilidade e Fiscalidade, é presidente da direcção do núcleo regional da Quercus na Madeira desde 2000 e coordenadora editorial do jornal Quercus Ambiente desde 2006. A ambientalista foi responsável pelo desenvolvimento de alguns estudos na área ambiental e já representou as associações regionais de defesa do meio ambiente em comissões de acompanhamento de programas estruturais, tais como o POPRAM e Leader.
Nas suas palavras:
“O Funchal precisa de uma gestão camarária assegurada por personalidades independentes, que traga um novo rumo à cidade e garanta a melhoria de qualidade de vida aos cidadãos. A sustentabilidade da cidade do Funchal passa por uma Mudança completa, ao nível social, económico e ambiental, que dê aos funchalenses novas e melhores perspetivas sobre o presente e o futuro. Na área ambiental acredito num trabalho de prevenção, redução, eficiência e educação que fará da cidade em que vivemos um exemplo e trará importantes mais-valias socioeconómicas.”
GIL CANHA (Em baixo, sentado, o primeiro a contar da esquerda)
(Candidato a Vereador com as áreas de  Urbanismo e Espaços Verdes)
Gil Canha, 52 anos, é licenciado em História e Ciências Sociais pela Universidade dos Açores, com uma pós-graduação em Cultura Americana pela Universidade de Hayward, nos EUA. Empresário do ramo agro-industrial, foi fundador e vice-presidente da associação ambientalista Cosmos. Foi igualmente jornalista, escrevendo para o Diário de Notícias da Madeira e Correio de Caracas, bem como outras revistas de carácter cultural e ambiental. Foi fundador e director do jornal Garajau. Como desportista, foi fundador do Clube de Aventura Madeira e introduziu na ilha as modalidades de Orientação e actividades radicais, como slide, rappel e Paintball. É praticante de Surf e organizou várias provas de surf e participou em iniciativas de defesa e divulgação dessa modalidade. Actualmente, além de empresário, é vereador na Câmara Municipal do Funchal, como independente, pelo Partido Nova Democracia.
Nas suas palavras:
“Integro esta lista pelo real desejo de mudança, e ajudar a coligação a reformar a CMF de alto abaixo, tornando-a mais eficiente e independente do poder da Quinta Vigia e dos interesses e pressões da oligarquia jardinista.“

Sem comentários: