terça-feira, 24 de dezembro de 2013

NOITE DE NATAL



Sei que para muitas famílias esta não será a noite que desejavam. Sei que, em muitos lares, pais, crianças e avós vão sentir os constrangimentos da vida que nos estão a impor. Sei também que houve muitos gestos de solidaridade para esbater os dramas sentidos. Sei que muitas instituições de solidariedade social e paróquias lutaram, talvez como nunca, para resolver situações que a outros competiria solucionar. Sei de tudo isso, mas também sei que haverá muitas margens na solidão, encostados à parede da Vida, desesperados, porque o problema certamente não está entre o Natal e o Ano Novo, mas entre o Ano Novo e o Natal. Seja como for, com muito ou pouco, que tenhamos consciência do significado da palavra Natal e da Mensagem que Cristo deixou aos Homens.

Foto: Arquivo e imagem própria. À entrada do molhe da Pontinha, num fim de tarde, com vento e alguma nebulosidade. Entre as nuvens, curiosamente, a configuração da Ilha da Madeira. 

Sem comentários: