terça-feira, 21 de janeiro de 2014

O LOBO DE WALL STREET E OUTROS LOBOS QUE POR AÍ ANDAM...


"O Lobo de Wall Street", realizado por Martin Scorsese e tendo como actor principal Leonardo DiCaprio, baseia-se nas memórias de Jordan Belfort, "um corretor de Long Island que cumpriu pena de prisão por recusar colaborar com as autoridades na investigação de um escândalo financeiro que envolveu a banca mundial e figuras destacadas de Wall Street nos anos 90. Do sonho americano à ganância empresarial, Belfort faz uma transição rápida dos negócios com acções de pouco valor para os grandes movimentos de dinheiro na bolsa de valores, durante a euforia capitalista dos anos 80. As tentações estavam por perto e a ameaça da autoridade era irrelevante. Para Jordan e para a sua matilha de lobos, a modéstia rapidamente se tornou uma virtude desprezível e o dinheiro nunca era suficiente" (sinopse). Um filme de três horas onde senti o tempo voar, uma vez que o espectador é convidado a perceber a sofisticada engrenagem do mundo financeiro. Refiro-me à engrenagem dita "legal" como a ilegal, quando uma e outra, por diversas formas, nos rouba. À medida que nos confrontamos com a realidade a exclamação baila, persistentemente, na frente dos nossos olhos: como somos enganados! Ontem, recebi uma mensagem que me sugeria o visionamento de um vídeo de apenas quatro minutos, que nada tem a ver com "O Lobo de Wall Street", mas que se compagina, pois alerta para o jogo das fortunas mal explicadas, enquanto a maioria é miseravelmente atirada para as margens da pobreza.



Entretanto, a revolta contra a austeridade já chegou ao Parlamento Europeu. Esta semana alguns deputados europeus manifestaram-se contra a Troika. Esta foto está a correr a Europa toda. Como se pode ver, deputados europeus manifestaram-se com palavras de ordem: Tirem as "patas" de cima de: CHIPRE, PORTUGAL, GRÉCIA, ESPANHA, IRLANDA.

Sem comentários: