quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

POR UM "INEXPLICÁVEL" PODER, O POLÍTICO TRANSFORMOU-SE EM CARTEIRO


Cada vez mais gosto de olhar os animais! 

Na vida há um tempo para tudo. Especificamente, no exercício da política, existe um tempo para estar e outro para sair. Os que lá se mantêm com inimagináveis tendências eternas lá saberão porquê! Independentemente das motivações e justificações que só a História desvendará, há um incontido desejo de poder que lhes corre no venenoso sangue. Quem por esses caminhos seguiu ou segue, exemplos bastantes nos dizem que acabou mal. Saem empurrados, pela porta pequena e muito estreita. É o que irá acontecer quando, desesperadamente, o político se transforma em uma espécie de carteiro, suplicando, oiçam-me, salvem-me deste desastre, porque, de contrário, vou ao fundo mas levo todos vocês comigo! 
A vida e o povo, que são a essência do trabalho político, mereciam muito mais do que este triste espectáculo.
Ilustração: Arquivo próprio/Quinta Pedagógica - Prazeres/Madeira.

Sem comentários: