sábado, 12 de março de 2016

AFINAL, COMO É, DEPUTADOS DO PSD-M? VOTAR CONTRA O ORÇAMENTO DE ESTADO É VOTAR CONTRA OS INTERESSES DOS MADEIRENSES!


Respeito, obviamente, o sentido de voto. Lá saberão porquê. Só que, enquanto cidadão, não encontro resposta plausível para tal. Talvez o problema seja meu, mas gostaria de perceber. Será com receio de novas atitudes punitivas por parte da estrutura política nacional? Neste caso, onde se situa a defesa dos interesses do povo da Região da Madeira? E onde se situa o refrão da autonomia da estrutura regional relativamente aos órgãos partidários nacionais?

Deputado na Assembleia da República
e líder do PS-Madeira

Tenho como plenamente assumido que o exercício da política deve ser feito de coerência, de bom senso, de coluna bem vertical, olhos nos olhos, distante de interesses políticos comezinhos concretizados nas costas dos eleitores. Ora, quando o povo da Região Autónoma da Madeira passa por significativas dificuldades, enfrenta o desemprego, a pobreza e as famílias se debatem com tantos cortes nas suas receitas, pergunto, sendo a devolução de rendimentos ainda que muito limitada, que razões justificam um voto contra? 
Daí que, as perguntas que o Deputado do PS e presidente do PS-Madeira, Dr. Carlos Pereira, endereçou ao presidente do governo, Dr. Miguel Albuquerque, tenham toda a oportunidade e a merecerem um cabal esclarecimento. 
Ficam aqui as perguntas:
1 - Por que razão deu instruções para votar contra o OE, que introduz um aumento do rendimento das famílias?
2 - Apoia a redução dos rendimentos das famílias?
3 - Apoia os cortes nas pensões?
4 - Está de acordo com um IVA de valor insuportável na restauração?
5 - Mantém o apoio à manutenção da sobretaxa no IRS?
6 - Acha que se deve congelar do Salário Mínimo Nacional?
7 - Concorda com o aumento das prestações sociais para os mais desfavorecidos?
8 - Concorda com a cláusula travão para impedir aumentos descontrolados no IMI?
9 - Está ou não de acordo com a subida extra de 2% para a maternidade e paternidade para quem reside na Madeira?
10 - Concorda com as alterações ao Rendimento Social de Inserção que permitam alcançar mais pessoas pobres e crianças?
11 - Está de acordo com um novo sistema contributivo para a agricultura familiar?
Assume o Deputado socialista: "se concorda, deveria votar a favor do Orçamento de Estado e implementar decisões idênticas na Região" (DN).

Sem comentários: