segunda-feira, 23 de maio de 2016

ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA - SER DEPUTADO NÃO PODE SER UMA "CHATICE"


Enalteceu a Senhora Deputada na Assembleia da República, Rubina Berardo (PSD-M), durante uma recepção aos jovens do ensino secundário oriundos de escolas da Madeira, em uma visita ao Parlamento Nacional, que esta é "a melhor actividade da vida parlamentar" (...) "Isto e ir às escolas". Infiro eu, que o resto seja uma "chatice". 


Ora bem, Senhora Deputada, a função de um Deputado da Nação não é a de servir de cicerone, mostrar os cantos e recantos do edifício, mas a de debater com convicção e enorme determinação os assuntos sérios dos quais resultem benefícios para a população. Mesmo os incómodos que, eventualmente, causem urticária na bancada parlamentar. Os deputados são eleitos e pagos para isso. A mais significativa função do deputado é a de ser porta-voz dos anseios de quem desespera e, por extensão, a função legislativa que está associada. Por muito que custe, no plano partidário. Tudo o resto, acrescento, é para a fotografia.
Não quero com isto dizer que a visita de estudantes aos espaços de debate político não seja importante, não só pela vivência, mas também pelo eventual efeito multiplicador da informação. O que quero sublinhar é o facto de, enquanto cidadão, não me ter apercebido, até agora, de qualquer medida propositiva de relevante interesse para a Região por parte dos deputados do PSD-M. Talvez, por isso,"ir às escolas seja o melhor da vida parlamentar".
Ilustração: Google Imagens.

Sem comentários: