sábado, 11 de junho de 2016

O ADEUS DO SOCIÓLOGO PAQUETE DE OLIVEIRA


Na sexta-feira, já o seu estado de saúde se agravara, Paquete de Oliveira dirigiu à directora do PÚBLICO (e, por via dela, ao jornal e aos seus leitores) esta carta, que reproduzimos na íntegra.


"Venho por este meio pedir a demissão formal do cargo de Provedor dos Leitores, que vinha desempenhando há quase quatro anos. Igualmente, peço a maior compreensão a todos os profissionais e colaboradores que fazem o PÚBLICO e, ao mesmo tempo, aos seus leitores, pois não era efectivamente desta maneira, quase tão informalmente, que pretendia despedir-me. Todos mereciam mais.
Porém, uma inesperada ordem de internamento por uma medida médica, face a uma doença que me tem vindo a afectar nos últimos tempos, fez com que tudo se precipitasse mais rapidamente.
Esperava acompanhar este meu adeus com as razões explicativas, as perspectivas futuras e sugestões concretas.
Não sei se o momento da morte ainda o consentirá.
Obrigado a todos e ADEUS."
Lisboa, 10 de Junho de 2016
José Manuel Paquete de Oliveira

Nota
Nutria uma grande consideração e estima pelo Sociólogo José Manuel Paquete de Oliveira. Aprendi muito com ele, nos idos anos sessenta, quando ele dirigia o antigo Jornal da Madeira. Aprendi com a sua notável escrita e aprendi com as suas delicadas chamadas de atenção relativamente ao que eu, muito jovem, ia tentando escrever. 

Sem comentários: