terça-feira, 12 de julho de 2016

ODE AO DESPORTO... "TU ÉS A PAZ"


Através da página online, do DN-Madeira, vi este vídeo. Segui e fui-me comovendo. Lembrei-me da "Ode ao Desporto" do Barão Pierre de Coubertin, pedagogo e historiador francês, que ficou para a história como o fundador dos Jogos Olímpicos da era moderna: "Ó Desporto, tu és a paz! Estabeleces relações felizes entre os Povos (...)". Aqui fica o vídeo da criança que, de forma sublime, aconchega um adepto francês, ao ponto deste abraçá-lo. Que gesto tão belo, quando se assiste, diariamente, a tanto "comentário incendiário" que tornam o desporto naquilo que nunca deveria ser. 



Barão Pierre de Coubertin
I "Ó Desporto, prazer dos Deuses! Essência da vida (...)
II Ó Desporto, tu és a beleza! És o arquitecto deste edifício que é o corpo, que pode tornar-se abjecto ou sublime, se degrada na vileza das paixões, ou saudavelmente se cultiva no esforço. (...)
III Ó Desporto, tu és a Justiça! A equidade perfeita, em vão perseguida pelos Homens nas instituições sociais, estabelece-se, por si própria, à tua volta. (...)
IV Ó Desporto, tu és a audácia! Todo o sentido do esforço muscular se resume numa única palavra: ousar. (...)
V Ó Desporto, tu és a Honra! Os títulos que tu conferes não têm qualquer valor se adquiridos por meios diferentes da lealdade absoluta. (...)
VI Ó Desporto, tu és a alegria! Ao teu chamamento o corpo alegra-se, os olhos sorriem e o sangue circula. (...)
VII Ó Desporto, tu és a fecundidade! Por vias indirectas e nobres, encaminhas ao aperfeiçoamento. (...)
VIII Ó Desporto, tu és o progresso! Para bem te servir é necessário que o Homem se aperfeiçoe no corpo e na alma. (...)
IX Ó Desporto, tu és a paz! Estabeleces relações felizes entre os Povos, aproximando-os no culto da força dominada. (...)"
Ilustração: Google Imagens.

Sem comentários: