quarta-feira, 19 de outubro de 2016

CENTRO INTERNACIONAL DE NEGÓCIOS DA MADEIRA. AFINAL, HÁ GATO ESCONDIDO COM RABO DE FORA!


FACTO
"Região só recebe 10% dos lucros do Centro Internacional de Negócios da Madeira" - DN-Madeira (pág. 11)
PERGUNTAS
Terminando o contrato de concessão em 2017 (foi assumido em 1987 por 30 anos e concedido ao Grupo Pestana), que razões levam a que não seja a Região a liderar o CINM tal como defende o Deputado Carlos Pereira? Que "negócios" e interesses se escondem quando o CINM é tido como fundamental nas receitas da Região?

Sem comentários: