quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

ONDE ESTÁ A VERDADE? A LEI FOI OU NÃO CUMPRIDA?


A tecnológica madeirense ACIN, sediada na Ribeira Brava, a propósito de um concurso da responsabilidade do governo regional, assumiu que o mesmo é uma "aldrabice". O responsável pela ACIN classificou o juri de "faltosos, mentirosos e aldrabões". Na sequência disto, veio a "Secretaria Regional das Finanças e da Administração Pública repudiar totalmente o teor da notícia (...) com base nos valores e princípios porque se rege o desempenho da Secretaria Regional: transparência, legalidade, verticalidade e respeito por todos os cidadãos contribuintes”.


Ficou-se sem saber, ao contrário da explicação dada pela ACIN, "quais são as inverdades e quais são os factos incorrectos que foram, recorde-se, denunciados por Luís Sousa, presidente da ACIN", sublinha uma nota do DIÁRIO.
Do meu ponto de vista, sendo a ACIN uma empresa qualificada e com enormes responsabilidades, e não sendo claro o contraponto do governo regional, é caso para uma comissão de inquérito em sede de Assembleia Legislativa da Madeira, uma vez que se trata de um concurso público.
Onde está a verdade? A lei foi ou não cumprida?
Há que esmiuçar no sentido da transparência.
Ilustração: Google Imagens.

Sem comentários: