segunda-feira, 24 de abril de 2017

25 DE ABRIL



Que me perdoem outros que defenderam e defendem os princípios e os valores fundamentais de Abril. Que nunca se curvaram e que, por isso, tantas vezes foram vilipendiados. Estes que aqui estão (Tolentino, Lília e Luís França) deram-me o privilégio de serem meus Amigos. Já partiram! Foram Jornalistas que assumiram, ao longo da sua vida, com absoluta isenção e determinação, a Liberdade e a Democracia. No nosso pequeno mundo regional, aproximando-se a noite comemorativa dos 43 anos de Abril, deixo aqui a memória de quanto contraponto fizeram, através da denúncia certa no momento exacto, contra os desvios atentatórios da verdadeira democracia e da concomitante liberdade. Sofreram com isso. Deles tenho saudades, pelo que sinto tristeza por não lhes poder telefonar dizendo-lhes apenas isto: 25 de Abril, SEMPRE.

Sem comentários: