quinta-feira, 4 de maio de 2017

SISTEMA REGIONAL DE SAÚDE... UM PÂNTANO


Foram muitos anos a empurrar os problemas para a frente. Aos primeiros sinais não houve coragem política para atacar os problemas, fundamentalmente, ao nível da inversão das PRIORIDADES. Primeiro, estiveram outros interesses, a tal "obra" pública; depois, os pilares da saúde e da educação. E assim, em síntese, se gerou o um monstro que não há maneira de domar. A responsabilidade é de quem governou e governa, não dos médicos, enfermeiros e restantes técnicos. Se bem que muitos silêncios e assobios para o lado, ajudaram à situação que é hoje vivida. As páginas 2 e 3 do DN-Madeira de ontem dão conta de um quadro cada vez mais preocupante. A solução parece-me estar na necessidade de novas políticas, até porque, parafraseando, há pessoas que dizem que têm 40 anos de experiência, quando no fundo, demonstram possuir uma experiência repetida 40 vezes.

Sem comentários: