segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

O FOGO DA ESPERANÇA



Foi bonito. Tudo se conjugou: céu limpo, ausência de vento, temperatura amena e 2018 surgiu pleno de cor. Ah, com uma particularidade, a Lua quase cheia, li, corresponde "à plenitude de todas as coisas. A semente germinada que cresceu e chegou ao seu ponto máximo de poder". Oxalá se confirme ao longo destes próximos doze meses.
Fiz algumas fotos e aqui as partilho convosco, apenas com um desejo: saúde... porque o restante, pode vir por acréscimo. Um abraço, Amigos.
Nota: clique sobre a foto para ampliá-la.

Sem comentários: