segunda-feira, 26 de março de 2018

A DRª RUBINA LEAL E A FALTA DE MEMÓRIA POLÍTICA


É verdade que há derrames de água. É verdade que a água é um bem escasso. É verdade que a rede de águas para consumo está deteriorada e a necessitar de um grande investimento em todas as freguesias. Em toda a Região, melhor dizendo. Tudo isto é verdade, Drª Rubina Leal. O problema é a memória política que me parece que está a falhar, pois questiono, quem teve maioria absoluta na Câmara do Funchal durante 37 anos consecutivos e quem usufruiu de protocolos de muitos milhões com o governo regional, também de maioria absoluta? 


Será que estes aspectos não contam na análise sobre o que está a acontecer? Será possível investir milhões nessa área prioritária ao mesmo tempo que se torna fundamental reduzir a gigantesca dívida deixada, superior a 100 milhões de euros?
Que houve alguns investimentos no passado, não é mentira. Como não é mentira que, actualmente, aqui e ali, assiste-se a investimentos na melhoria da rede. Daí que se torne importante um apelo à memória. Quando isso não acontece, a crítica acaba por enfiar como uma luva na mão de quem teve seis vezes mais o tempo da actual vereação. É a tal história dos "telhados de vidro"...
Finalmente, é evidente que essa obra tem de ser feita, porque a água é um bem que não pode ser secundarizado, porém, não apenas com os recursos da Câmara, mas em um esforço conjunto entre a autarquia(s) e o governo.
Ilustração: Google Imagens.

Sem comentários: