sábado, 3 de março de 2018

NOMEAÇÕES E A EXIGÊNCIA DE UM TOTAL ESCLARECIMENTO


"Governo já fez 760 nomeações" desde que tomou posse. Tendo decorrido 35 meses da presente legislatura, a média mensal cifra-se em redor das 21 nomeações.


A pergunta central que se coloca é esta: todas as nomeações destinaram-se a lugares de "confiança política"? À partida duvido. Se é verdade, penso estarmos perante um escândalo. E porque razão duvido? Simplesmente porque a frieza dos números podem não corresponder à verdade. Na Educação, por exemplo, que apresenta 120 nomeações, o maior número de todas as secretarias, estarão contabilizados professores destinados a substituir colegas com baixa médica? Portanto, necessário se torna que o governo explique, pormenorizadamente, secretaria a secretaria, este volume de nomeações, desde onde vieram, o que fazem, que concursos foram realizados e se não existia outras formas de mobilidade que evitasse o provável aumento da despesa Neste aspecto, a Assembleia Legislativa da Madeira, a quem compete fiscalizar o governo, deve actuar no sentido de um exemplar esclarecimento. O dinheiro é público e a sua utilização tem de ser racional. Obviamente.   

NOTA
Fonte: DN-Madeira, edição de hoje, em função de um estudo do JPP. 

Sem comentários: