domingo, 6 de maio de 2018

POEMAS IGUAIS AOS DIAS DESIGUAIS


Esta tarde, na feira do livro de Machico, foi apresentado o livro de poesia do Padre José Martins Júnior. Deixo aqui a dedicatória:

"Às coisas
Ao chão delas
Ao que as rodeia e ao que as povoa
Às mãos que as tocam
À luz que as sobredoira
E ao ar que as sustenta

Às árvores onde habito
E ao vento
Ai, ao vento, compositor e maestro
De toda a Poesia

Deixem-me só ficar no ramo verde,
Lira lâmina tuba ou flauta
À espera que ele passe, o Vento
À espera que ela fique, a Poesia"

Padre Martins, parabéns com um abraço muito Amigo.
Estou feliz com a sua mensagem:

"Aos sonhos, lutas e ideais, ainda por alcançar.
Vamos a caminho!"

Sem comentários: