quarta-feira, 10 de agosto de 2016

LAMENTÁVEL: A SITUAÇÃO É "COMPLICADA MAS NÃO CATASTRÓFICA"


Detesto, em todas as circunstâncias, mais ainda aquando dos momentos de desgraça, ter a sensação da existência de gente que tenta colocar-se em bicos de pés. As pessoas não são estúpidas e apreciam, estou disso convencido, muito mais o trabalho com discrição, em detrimento de mesas, com algumas jarrinhas, onde transmitem o óbvio e o já conhecido. Estar junto das pessoas, confortando-as e vinculando-se às soluções, vale muito mais do que o blá, blá que não adianta nem atrasa. Confesso, também, que não aprecio quando a tragédia bate à porta, que uma certa arrogância, que é histórica entre nós, leve alguns a pensarem e dizerem que somos auto-suficientes e que está tudo sob controlo. No caso presente, esta tragédia na Madeira nunca esteve, pela existência de diversos focos, pelas péssimas condições atmosféricas, pelo cansaço dos bombeiros, pelo número de profissionais disponíveis e pelo desespero das pessoas. Não me parece aceitável que se declare, para justificar, em um primeiro momento, a dispensa de colaborações externas, que a situação é "complicada mas não catastrófica". Esteve bem o Presidente da Câmara que viu o que outros demoraram a perceber. Que sirva de exemplo!

Ilustração: Google Imagens.

Sem comentários: