sexta-feira, 1 de junho de 2018

ZIDANE - UM EXEMPLO QUE MUITOS DEVERIAM SEGUIR




Não acompanho o futebol profissional e, portanto, não domino os seus complexos bastidores. Porém, em abstracto, a decisão de Zidane, treinador do Real Madrid, no quadro gestionário, do meu ponto de vista, é extremamente inteligente. Dir-se-á que tudo tem o seu tempo e ele, ganhador, ali, já teve o seu. 
Na fase de "maturidade" (vide desenho da curva de Charles Handy), ele teve visão, portanto, sai "para que o clube possa continuar a ganhar", disse. Outro virá, no âmbito daquela complexidade, capaz de gerar uma nova curva sigmóide que conduza ao crescimento até nova fase de maturação. Aliás, a fase de "turbulência" (entre A e B) existe com a anunciada saída de alguns jogadores, o que, previsivelmente, poderá conduzir à fase de declínio. Ele percebeu isto e, com visão, sai no momento certo. É de curva em curva, descobrindo a fase da turbulência, que as organizações ganham asas para o sucesso.

Sem comentários: