terça-feira, 22 de maio de 2012

O JUIZ IRINEU BARRETO REPÕE A VERDADE


(...) A minha opinião pessoal é que espero que, um dia, de uma maneira ou de outra, a Região possa render homenagem a um homem que dignificou o país, dignificou a Região" (...) 

Por várias vezes, neste espaço, assumi posições de crítica política ao Senhor Representante da República na Madeira, Juiz Irineu Barreto. Tenho o dever, agora, de enaltecer as suas palavras relativamente ao falecimento do Juiz Desembargador João Manuel Martins, irmão dos ex-Deputados Padre Martins Júnior e Dr. Bernardo Martins. A propósito do chumbo do PSD-M, na Assembleia Legislativa, de um voto de pesar pelo falecimento daquela ilustre figura madeirense, o Senhor Representante foi claro:  "(...) A minha opinião pessoal é que espero que, um dia, de uma maneira ou de outra, a Região possa render homenagem a um homem que dignificou o país, dignificou a Região" (...) "Em Maputo, tive oportunidade de verificar o prestígio que ele usufruía" (...) "ele teve um funeral de Estado em Moçambique que lhe prestou essa homenagem. Espero que, um dia, seja possível a Região também prestar-lhe a homenagem que merece". 
Perante esta lúcida posição, apenas lamento a ignorância e a maldade altifalante por parte de quem teve o desplante de chumbar um voto de pesar. Parabéns, Senhor Representante da República, pela oportuna intervenção que revela a importância do voto apresentado. Podem "brincar" com os vivos, mas respeitem os mortos, a memória pela importância do seu labor profissional.
Ilustração: Google Imagens.

2 comentários:

António Trancoso disse...

Caro André Escórcio
Vamos esperar pelo dia em que, o digno desejo do Senhor Representante, se possa, finalmente, cumprir.
É bem certo que ralé bem vestida, não deixa de ser ralé.
Um abraço.

João André Escórcio disse...

Caríssimo,
Espero bem que sim. Todavia, não acredito que esta "gentinha" consiga dar um passo atrás.
Outros, certamente, terão de o fazer.