sábado, 25 de março de 2017

COM ASSUNTOS MUITO SÉRIOS NÃO SE BRINCA... AS CÓPIAS SÃO SEMPRE PIORES QUE O ORIGINAL!


Não fica bem, seja lá a quem for, muito mais a um político governante, assumir atitudes de pouca elegância. Os assuntos políticos podem e devem ser discutidos com alma, com a energia que brota das convicções, mas existe sempre uma linha vermelha que não deve ser ultrapassada. Os madeirenses e portosantenses tiveram de aturar, durante anos a fio, a ofensa dita em alto som ou através da palavra escrita. Portanto, chega! Todos estamos cansados da política que nivela por baixo. Há palavras e expressões perfeitamente admissíveis no pequeno grupo, entre amigos, sei lá, na mesa do café, mas inadmissíveis no debate político. Tanto mais grave quando os mesmos que discursam com deselegância, dias depois, pelas funções governativas que desempenham, estão frente-a-frente com aqueles a quem ofenderam.


Pode o secretário regional da Economia e Turismo, Dr. Eduardo Jesus, ter razão e estar em total desacordo, em vários dossiês, com a Ministra do Mar, Engª Ana Paula Vitorino. É natural e faz parte do debate político entre a Região e o governo da República. Seja pela questão do "registo de navios" ou pela velhinha questão do tão badalado ferry (prometido em campanha) que ligue a Madeira ao Continente. Para mim isso é pacífico. Nem o governo regional deve vergar-se, nem a República tem o dever de dizer sim a tudo o que lhe é solicitado. Há regras orçamentais, existem transferências no quadro dos "custos de insularidade" e há, sobretudo, questões de bom senso e de respeitabilidade entre os órgãos que devem estar na primeira linha. E quando o Dr. Eduardo Jesus, segundo escutei, pediu um encontro na próxima semana, exactamente com a Engª Ana Paula Vitorino, não me parece correcto e de bom senso político, uns dias antes do encontro, pegar em meia-dúzia de pedras e atirá-las. O acto da negociação é muito sério, pois é nela que todos perdem alguma coisa para que todos possam ganhar. Não perceber isto é grave, como se a razão apenas estivesse de um lado. Com que cara é que o Dr. Eduardo Jesus (não é a primeira vez) se sentará no ministério quando, a páginas tantas das declarações ontem proferidas, utilizando uma expressão, segundo disse, das "camadas mais jovens", sublinhou: "daaa"! Isto é o mesmo que chamar a Ministra "burrinha" ou o ministério de "burrinhos". Não é agradável, convenhamos. Mas isto não é coisa nova. Talvez seja a consequência de uma aprendizagem. Só que as cópias são sempre piores que o original! O que escutei teve o condão de me aborrecer (por outras razões que não quero explicitar), pela falta de respeito e de cortesia institucional. Parem com agressividade. 
Ilustração: Google Imagens.

NOTA
Ver declarações wm:
http://www.dnoticias.pt/multimedia/audio/ouca-o-noticiario-regional-das-13h-de-24-de-marco-LE1116850

Sem comentários: