quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

FINAL DE ANO E O ESPECTÁCULO DO FOGO DE ARTIFÍCIO


Sempre foi um ponto muito alto na promoção da Madeira. Os tempos são outros, as tecnologias evoluíram e daí que seja sempre um espectáculo renovado. Tudo mudou, até os hábitos de comemoração da passagem de um ano para outro. Lembro-me, criança que era, o meu pai (esta é para os mais jovens de hoje) comprar, antecipadamente, os bilhetes de autocarro, com lugar marcado, para a viagem entre a rua 5 de Outubro, onde se encontrava a estação dos carros de S. Gonçalo, para irmos ver o fogo ao Bom Sucesso, na habitação dos meus tios. Fogo, no miradouro da casa, seguia-se uma canja, umas saborosas sandes e o regresso de autocarro que por ali passava cerca da uma da madrugada. 
Agora, tudo é diferente e ainda bem. Apenas espero que o espectáculo corresponda à expectativa dos milhares que se encontram na Madeira e que não se verifiquem excessos. Para quê gastar o que não se pode, beber até ao coma ou carregar no acelerador? 
A todos quantos por aqui passarem faço dois votos para 2016: primeiro, que tenham saúde ou, se a saúde é menos boa, consigam encontrar solução; segundo, no respeito pela diferença, que seja um ano de tolerância e de concórdia naquilo que é essencial. Precisamos de paz, trabalho, justa remuneração, direito à escola, à saúde e da erradicação de muitas maldades que por aí andam. 
Ilustração: foto da minha autoria, de 2014.

Sem comentários: