quarta-feira, 20 de julho de 2016

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DA MADEIRA É COMPARÁVEL AO POKÉMON. PUMBA, JÁ FOSTE!


É a história do vira o disco e toca o mesmo. Chamam a isto "renovação" na continuidade. Eu designo, face aos tempos que correm, por política estúpida ou estupidez no exercício da política. Não é possível que em uma mancheia de propostas da oposição, hoje debatidas, todas tivessem levado chumbo por parte do PSD-Madeira. Ali a "época de caça" é todo ano. Desde que a Assembleia esteja aberta, é certo e sabido que a maioria utiliza-a ao jeito do Pokémon. Pumba, já foste!


É muito pouco inteligente. Podiam até engonhar, baixando as propostas às comissões para melhor análise, podiam conjugar o verbo negociar, mas nem isso, é logo ali, um "tiro" (leia-se votação) e fica despachado! 
Mas sempre foi assim. Desde que a Assembleia foi instalada há quarenta anos. Pode a oposição ter razão, pode um projecto ser consistente, fundamentado e oportuno, mas chumbam porque a lógica de funcionamento é essa. Lamentavelmente. 
Têm, obviamente, legitimidade para isso, uma vez que dispõem de maioria, presa por um fio, é certo, mas não deixa de ser maioria. Porém, quando em causa está o bem comum, pergunta-se se faz algum sentido a continuidade da arrogância e esse permanente quero, posso e mando. Até um dia que a actual maioria fique na situação de minoria parlamentar. O povo, parecendo não, está atento, às vezes enche e, silenciosamente, diz basta. Nas autárquicas de 2013, das onze, foram sete autarquias à vida!
Ilustração:  Google Imagens.

Sem comentários: